terça-feira, 30 de junho de 2009

Como seria o Fim do Mundo para você?

Um concurso de photoshop promoveu um concurso em que os participantes teriam que colocar em forma de imagens como seria o final do mundo para elas, veja as fotos abaixo das melhores:























































segunda-feira, 29 de junho de 2009

Noruega cria um cofre contra o fim do mundo


Um cofre que visa abrigar vários tipos de sementes para o valor alimentício da Noruega começou à ser construído em março de 2007, no Círculo Ártico.
Apelidada de "cofre do fim do mundo" fica numa ilha remota aonde o governo da Noruega recebeu também a ajuda da ONU, ela fica numa profundidade de 120 metros da montanha de Spitsbergen, uma das 4 ilhas que formam a Svalbard.
O diretor do projeto, Kerry Fowler afirmou que a iniciativa visa salvar a agricultura e os alimentos de possíveis catástrofes mundiais ou guerras nucleares.
"Este é o plano B,a rede de segurança, a política de seguro.E sabemos que grande parte da diversidade está sendo perdida mesmo em grandes bancos genéticos."
O cofre foi construído dentro da montanha gelada, para se caso o sistema falhar, as sementes e alimentos possam continuar a ser refrigerados naturalmente.
Este cofre tem a capacidade guardar mais de 4,5 bilhões de tipos de sementes dentro dele. Professores que estão ajudando no projeto também afirmam que a construção deste cofre é devido também as mudanças já presentes no planeta, isso também é uma forma de não acabar como países assim como Afeganistão que teve grande parte da agricultura devido as guerras.

EXPLOSÕES SOLARES EM 2012

Parece que além de Nibiru muita coisa pode vir nesse ano tão esperado...


ALINHAMENTO DOS PLANETAS EM 2012

Documentário do History Channel mostra sobre um possível alinhamento que ocorrerá em 2012:

domingo, 28 de junho de 2009

ANUNNAKIS

ANUNNAKISA criação de Mundos e a Busca do Ouro nos Abismos CósmicosAnunnaki de Nibiru: Os Deuses Astronautas da Sumériapor Ligia Cabus (Mahajah!ck)O texto abaixo é uma semi-tradução, adaptação e resumo de parte do artigo Adifferent story of the Anunnaki, de Estelle Nora Harwit Amrani, publicado emjaneiro de 1999 no website Vibranis One Source e republicado pela bibliotecavirtual Pleyades em agosto de 2000. A autora alega que as informaçõesapresentadas foram obtidas por experiência e conhecimentos próprios além de terrecebido "comunicados" telepáticos com entidades metafísicas (contatos nãofísicos. DIR.: O disco alado, símbolo dos Anunnaki de Nibiru.Os homens não foram criados diretamente por Deus. O aparecimento do homem noplaneta Terra relaciona-se geneticamente, simbolicamente e literalmente a umaspoucas civilizações de outros planetas, especialmente aquela conhecida como osAnunnaki.A história da existência do homem sobre a Terra é quase sempre um relatomítico e, não raro, relacionado a personificações dos planetas, potênciascósmicas. Encarados, em geral, como engenhosa fantasia dos antigos, como um jogopsicológico para explicar o que não se sabe, os mitos, entretanto, nascem de umaverdade. Em todo o mundo as mesmas histórias são contadas, sobre como os deusescriaram a humanidade [MITOS DE CRIAÇÃO], como foram instrutores de toda acultura tecnológica e inspiradores das expressões artísticas, e a fatalidade, osdilúvios - "catástrofe das águas".Os deuses da antiguidade são seres que transitam nos céus, voam! Muitas vezesusando trajes extravagantes, são possuidores de extraordinárias habilidades; hágigantes (os Anakim), guerras de época entre facções inimigas e outros temas,sempre recorrentes por mais distantes que dois povos possam ser. Em todo o mundomaneirismos artísticos, estilos musicais e tecnologias similares ou análogos serepetem - como Egípcios e maias, na arte figurativa; ou como a engenharia debarragens e sistemas de irrigação, desenvolvida em todo o globo.Em ensaio publicado em 1999, a escritora Estelle Nora Harwit Amrani expõe suatese de que os Anunnaki se tornaram um espécie de valor emblemático, um signousado para designar todo e qualquer extraterrestre mas nem tudo que se atribuiaos Anunnaki foi realização deles. Outras espécies de aliens visitaram a Terra,incluindo piratas, ou seja, seres dissidentes de sua própria cultura, planeta eorigem que vivem em condição de minoria marginal (pois vivem à margem) emrelação às sociedades cósmicas hierarquicamente organizadas. Para os homens,contudo, os Anunnaki são mais "tangíveis", "alguma coisa" de quê se pode fazeruma imagem.B’raisheet - O GênesisNo começo, Deus ou "A Fonte", criou doze espíritos (ou centelhas)auto-conscientes que traziam em si todas as coisas do Universo em estado derealidade virtual (como númeno). Estas doze consciências são os Elohim, quevivem na Constelação da Lira e criaram a matéria a partir da luz: universos,planetas, estrelas, formas de vida; todos os seres, animados e inanimados;formas e corpos para si mesmos em todas as suas manifestações inteligentes.O corpo ou o suporte físico ou, mais metafisicamente, a personalidadeindividualizada desses doze deuses durava milhares de anos mas, paulatinamente,essa expectativa de vida no corpo original foi diminuindo gerando a necessidadede encontrar alguma solução. Eles desejavam a longevidade pois não podiamsuportar a idéia da uma situação de SER-não-existente-manifestadamente. [Os"deuses" também tiveram medo da morte].Estudando o assunto descobriram uma substância, tipo de matéria, que nãosomente favorecia a vida longa como também dotava seus usuários de capacidadesmetafísicas que não tinham antes, como a telepatia e a experiência de perceber amultidimensão. Essa substância, que tornou os deuses supercondutores de energiaé o OURO!Muitos milhares de anos se passaram e, em busca de ouro, [o santo remédio!] osseres de Lira se espalhavam pelo cosmo criando "civilizações" ― criando"mundos". Estabeleceram-se em localidades celestes que são conhecidas como Vega,Plêiades, Sírius mas nunca se desligaram completamente de Lira. Eles seauto-perceberam como Criadores ou "deuses". Entretanto, sua capacidade de obterouro não era ilimitada e nem sua pátria-mãe, em Lira, era eterna.A preocupação com a própria capacidade de "perdurar" tornou-se uma maldição.Para piorar, parte do planeta raiz foi destruído e os "deuses", encurralados noseu próprio labirinto de temores, tiveram de ir buscar uma resposta em outrolugar. Estas informações foram obtidas através de videntes que relatam mais oumenos a mesma epopéia:NIBIRU.Há aproximadamente 4,6 bilhões de anos atrás este sistema solar era diferente;havia Mercúrio, Vênus, Marte era o terceiro planeta (sem luas), um quartoplaneta, maior que a Terra com muitas luas chamada MALDEK e ainda Júpiter,Saturno (sem anéis), Urano e Netuno. Plutão, era satélite de Saturno. Foiquando um outro corpo celeste apareceu para interferir naquele sistema solarrecém-nascido. Um planeta com suas próprias "luas". Sua órbita era um caminhocoincidente com a órbita do planeta MALDEK. As luas do planeta visitantechocaram-se com o quarto planeta, MALDEK. Do choque nasceu um "cinturão deasteróides", a Terra e o satélite da Terra, a Lua. O "Planeta Que Veio deLonge" e que vai voltar, aquele que se chocou com Maldek e deu origem à Terra, éo planeta NIBIRUA palavra Anunnaki, muito antiga, é riquíssima em significados:― An = forma reduzida de "anachnu", que significa NÓS― An também significa "céu"― Naki = limpo, puroAnunnaki, então, significa "We are Clean" (Nós somos puros) ― Ki =Terra, ampliando o significado para "Nós do céu, na Terra", ou ainda "Puros doCéu na Terra".Eles eram gigantes (em hebreu , Anakim) mas também foram chamados de nórdicosou louros (ou dourados) embora nem todos fossem exatamente louros de olhosazuis; mas eram dourados. São as características do povo de Sírius e Lira. Seusímbolo, um disco alado, representa não apenas suas espaçonaves mas também acapacidade de voar do espírito livre, uma lembrança da "Fonte", do Deus Criadordos criadores. Esses mesmos Anunnakis foram também chamados Elohim. Seusdescendentes, foram os Nephilim.Meu espírito não permanecerá para sempre no homem, porque ele é todo carne ea duração de sua vida será só de cento e vinte anos. Gen 6:3Nesse tempo os Nephilim apareceram sobre a Terra, quando os seres divinoscoabitaram com as filhas dos homens "e elas geraram filhos. Estes são os heróistão afamados dos tempos antigos." [Gen 6:4]. Muitos pensam nos Niphilim com"anjos caídos"; mas eles não caíram. Vieram do alto, sim, e aterrisaram suaespaçonaves.Entretanto, a idéia de "queda" tem seu valor simbólico: eles tiveram que"baixar" a freqüência ontológica de equilíbrio [freqüência de pulsação deenergia espiritual] para se adequar às condições ambientais fisio-químicas damatéria "viva" terrena. Enlil ― conhecida divindade mesopotâmica, foi oprimeiro a chegar e participou do processo de criação da raça humana, raça quenos textos sumérios é chamada Black headed people (cabeças negras).Jardim do ÉdenMuitos estudiosos, entre teólogos, biólogos criacionistas, historiadores earqueólogos ocupam-se em descobrir a localização do Jardim de Éden, o Paraíso naTerra de onde o "Adão-humanidade" foi expulso. Supõe-se que este lugar é o berçoda raça humana. A polêmica não se justifica: os que identificam o pólo Norte ouas Américas, por exemplo, como o lugar do Éden, baseiam-se no entendimentoincorreto de uma teoria de geo-antopogênese.Não há dificuldade em encontrar o paraíso: tal como muitas outras informações,está no Gênesis judaico-cristão e, neste caso, não é um texto cifrado, nenhumaalegoria extravagante oculta o lugar:o Senhor Deus tinha plantado um jardim no Éden, no lado do oriente, e colocounele o homem que havia criado... Um rio saía do Éden para regar o jardim, edividia-se em quatro braços. O nome do primeiro é Fison, que contorna toda aregião de Evilat, onde se encontra o ouro; encontram-se ali também o bdélio e apedra ônix. O nome do segundo rio é Geon, e aquele que contorna toda a região deCush. O nome do terceiro rio é Tigre, que corre ao oriente da Assíria. O quartorio é o Eufrates. Gen. 1:8-14* Bdélio: do grego bdelion, tipo de palmeira ou a substância que ela segrega.LATIM: bdellium ― Gomma resina do levante (oriente médio) e das ÍndiasOrientais empregada para falsificar a mirra, esta sim, valiosa resina perfumadae medicinal. AURÉLIOEstá claro que esse Jardim ficava na Mesopotâmia (atual Iraque) e a alusão aoouro não é casual. Esse era um dado muito importante para os Anunnaki e deve tersido decisivo na escolha do lugar onde seria implantado um primeiro núcleo decolonização. Afinal, o ouro era o segredo da longevidade e da bioquímica portrás do "superpoderes" que deles fazia verdadeiros deuses em meio à naturezaindômita do planeta azul. No oriente médio encontraram ainda o cobre, a prata eoutros minerais. Durante milhares de anos a mineração foi intensa.Escolhido o lugar da colonização, foi feito um levantamento da biodiversidadedo planeta, especialmente ali, na região mesopotâmica. Foram encontradosmamíferos hominídeos. Hominídeos não são criaturas humanas e também não sãosímios (macacos, chimpanzés e assemelhados). Para realizar um trabalho decolonização grandioso, explorar as minas e manter o cotidiano das instalações,os Anunnaki teriam criado toda uma raça de seres geneticamente programados parapara desenvolver as capacidades necessárias e somente as necessárias, aodesempenho dos serviços mais ingratos. Essa foi a raça Hominídea que finalmentesaiu do tubo de ensaio.Antes de obter um animal com as características humanas muitas experiênciasforam feitas; boa parte delas resultou na fauna de mamíferos incapazes e/ouquadrúpedes e "mudos" ― ou seja, incapazes de falar e de entender alinguagem falada articulada. Enfim foi obtido um modelo "hominídeo-padrão",apto para desempenhar o papel de servo. Tinha boa estatura, era bípede com cincodedos nas mãos um dos quais, polegar anteposto, o que conferia "habilidademanual" ao espécime. A capacidade de raciocínio e de desenvolver a inteligênciaeram suficientes para tarefas mais complexas.Os hominídeos foram as matrizes terrenas dos híbridos mais hábeis. A espéciehominídea já não existe. É o elo perdido tão procurado pelos antropólogos. Émuito possível que os primeiros "servos dos Anunnaki" tenham saído de umlaboratório de genética e que a primeira espécie viável obtida tenha sidoaperfeiçoada ao longo longo das Eras. Uma população de servos híbridos porémférteis entre si se formou. A organização social dessas "primeiras gentes" foi oembrião de grandes centros urbanos do passado dos quais não restaram qualquerruína.Esse foi o tempo em que os "deuses" realmente viveram sobre a Terra, cada vezmais misturados com suas criaturas, que tinham consciência nítida de que osAnunnaki eram superiores e, portanto, deviam ser tratados com deferência. Asubmissão dos hominídeos primitivos era fácil de manter por muito tempo porém,não eternamente. Deve ter havido um tempo em as relações entre "deuses" ehominídeos tornaram-se próximas demais ou, mais especificamente, um tempo em queas relações dos Anunnaki com as hominídeas tornaram-se demasiadamente íntimas.No Gênesis, esse "relaxamento dos costumes" acabou resultando em séria crisepolítica e social porque "os anjos" engendraram descendência com as "filhas doshominídeos", que "eram belas'. A Antropogênese teosófica se refere a essas"filhas" dos homens como criaturas gigantescas (em relação ao sapiens atual),"monstruosas" e peludas. [Para os que acreditam na teoria dos antepassados ETsAnunnaki, as relações pessoais e sexuais entre alienígenas e indivíduos daespécie hominídea foi "a queda dos anjos"]. Sua progênie foram os míticosgigantes e os seres fantásticos das lendas; quimeras, como o centauro, o sátiro,a sereia.O filhos desses "casais espúrios" deveriam ser, normalmente, estéreis,seguindo uma lei geral da biologia segundo a qual o fruto de relação sexualentre espécies diferentes não produz descendência fértil. Porém, outra lei geralda Natureza ensina que toda regra tem exceção, especialmente quando está em jogoa capacidade de reprodução de um organismo. Todos os seres vivos tendem a buscaruma forma de expansão de si mesmos, forma de se reproduzir e foi assim que oshíbridos "imorais", filhos dos Anunnaki, começaram a reproduzir-se entre sigerando uma novo ramo da família.Os seres humanos tiveram sua origens na miscigenação entre os Anunnaki e ohominídeos. Os deuses, como entendem tantos pesquisadores, leigos e cientistas,eram os cosmosnautas de Nibiru e seu objetivo inicial, quando se lançaram nosabismos do espaço, obter o ouro necessário para manter a vida eterna e ospoderes extraordinários de seu povo.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

PROJETO SUPER-HOMEM

Bom como final de semana eu não tenho muito tempo para postar nada, então vou aproveitar e deixar uns posts que achei interessante hoje, abaixo segue uma entrevista exclusiva com Andy Pero, o sobrevivente de um projeto secreto de controle da mente, intencionado a criar o super soldado com habilidades psiônicas.


Andy Pero, involuntariamente sujeitou-se á um programa de controle da mente derivado do Projeto Monarch num controle de programa de mente baseado num trauma similar ao que Cathy O'Brien descreve em sua autobiografia por Mark Philips, "tranceformation of America".

Andy Pero alega ter sido criado através de uma cominação de manipulação genética, num controle de mente Silva, que resultou em feitos e habilidades psiônicas sobre humanas. Além disto, Mr. Pero alegou que foi usado inconscientemente em um assassinato secreto á um Candidato Manchuriano, e também, em missões secretas ligadas ao Projeto montauk, assim como em viagens no tempo.

Andy Pero inicialmente esteve em público contando sua história em Agosto de 1988, em um convite especial feito na época por Preston nichols, sendo as palestras promovidas por Bob Eure do Philadelphia, PA.


De onde você é originalmente e quando que seu treinamento começou?


AP: Eu nasci em Fallon, Nevada, em Novembro de 1969. Meu pai foi um tenente na base aérea Naval de Fallon, naquela época. Eu acredito que minha primeira experiência começou no tempo que eu estava com dois anos e meio de idade. Quando eu tinha cinco anos de idade, minha família morava em Munich, Alemanha e eu me lembro de ter freqüentados dois jardins de infância diferentes na Alemanha, a primeira era perto da base militar de tropas do exército de McGraw, e a outra classe de jardim de infância era em inglês. Eu tenho visões de memórias de sessões de tortura de quando eu tinha 2 anos de idade, em que eu fui sujeito a tratamentos de choque, com agulhas introduzidas nos meus ouvidos e genitália.



O que eles os controladores/manipuladores faziam, era usar o trauma ao extremo para separar a mente do corpo. Eles faziam isto para desmembrar minha mente em várias partes, para que futuramente pudesse ser programada, para fazer coisas como proezas de um super-homem. Basicamente eles desconectavam todos os impulsos normais de um cérebro humano, como emoções e tudo o mais que basicamente estivesse existindo, e então, reprogramavam uma nova unidade. Eles faziam isto para remover todo o medo, de forma que quando eles programassem novas habilidades, você não teria mais este instinto, e Pero respondeu "mas eu não posso, eu estou com medo...". Eles programaram você para fazer, e não para pensar". Em essência, eles manejavam e programavam sua mente como se isto fosse um computador.


Quem são as pessoas que lideram esses programas secretos, como o Monarch e o Projeto Montauk e onde que eles executam essas atividades?


AP: Nosso próprio governo. Um de meus manipuladores que tentou fazer lavagem cerebral em mim, tentando fazer com que eu acreditasse que ele fosse meu pai era simplesmente um nazista. Eu coloquei seu apelido de Adolph, porque ele tinha uma aparência ariana. Depois da segunda guerra mundial muitos cientistas nazistas foram trazidos para os E.U.A, através de nossa própria agência de inteligência, que em tempos passados trabalharam em pesquisas de controle da mente nos campos de concentração. Eu acredito que eles sejam, um grupo de remanescentes nazistas, que trabalham em conjunto com diferentes departamentos do governo dos E.U.A e com os militares.

Muitos de meus treinamentos e sessões de tortura, foram feitos, na Universidade de Rochester, Nova York. Eles me levavam para um quarto particular, no sótão ou para o andar superior da biblioteca. O laboratório aonde foram realizadas a maioria das programações a que eu fui submetido, foram na Base Aérea Nacional de Roma, Nova York. E eu também fui usado na época, na cadeira Montauk em Camp Hero, Montauk, L.I e também na cadeira em Atlanta, Ga, na base da força aérea Dobbins.

A instalação de Montauk, localizada em Camp Hero, L.I, foi reaberta pelo departamento da Marinha e está atualmente ativa. Basicamente, essas bases subterrâneas estão localizadas no país inteiro. E cada uma tem uma finalidade e especialidade distinta. Existe uma instalação em Rochester, NY, Paramus, NJ, em Atlanta, Ga, Base da força Aérea Dobbins, e em Camp Hero, montauk, L.I e muitas outras.

No Paramus, NJ, está localizada uma instalação aonde eles fazem muitos programas sexuais, com agentes femininas. A maior parte delas, 99% são agentes femininas involuntárias que foram destacadas para vários projetos de controle da mente e que estão sendo enviadas para serem promovidas há alguns destes projetos.


O que foram algumas das coisas que os programadores de controle de mente fizeram você fazer?


AP: Eu me lembro que minha mãe me matriculou no curso Silva de controle da Mente, quando eu estava com 10 anos. Isto é uma espécie de auto hipnose aonde você estuda para atingir níveis diferentes da sua mente, para fazer auto cura, relaxamento, visualização, entortar colheres com a força da mente, coisas deste tipo. Esta época foi também, quando eu presenciei dois militares estranhos que me visitavam periodicamente durante minha infância, especialmente nos eventos esportivos. Eu fiz de maneira extremamente excepcional o curso Silva de controle da mente ( e os esportes), tanto que os dois militares me disseram, "Eu fiquei sabendo que você tem umas habilidades muito especiais". Um dia você irá trabalhar para nós.



Na época eu não compreendi, mas mais tarde, os dois homens foram muito importantes nos treinamentos que eu tive, até a minha época da universidade. Logicamente eu não compreendi isso até que a minha memória retornou. Eu fui muito bem nos esportes e meu QI era de gênio, mas eu gaguejava muito até os meus vinte anos, tanto que todo mundo pensava que eu fosse meio retardado. A gagueira foi devido a todos os tratamentos de choques elétricos.


Eu me lembro de ter sido submetido a muitos choques elétricos tendo sido colocado num tanque d'água e obrigado a respirar debaixo d água. Conseqüentemente eu afoguei várias vezes e revivi, por causa da auto cura criada na minha mente. Eu aprendi a criar meu próprio laboratório mental através do curso Silva de controle da mente, cheio de uma super potente cura que poderia curar qualquer dano. Eu fui forçado a suportar coisas além de feitos de força e sobrevivência sobre humanas possíveis de serem atingidas.


Quando eu estava subordinado ao controle da mente, eu poderia fazer qualquer coisa que me fosse ordenado, desde que eu acreditasse nelas. Eu poderia fazer 200 ou mais flexões sem problema, algumas vezes durante meia hora ou até que me mandassem parar. Eu era capaz de levantar um haltere de 272 kg, e fazer agachamentos quando eu estava na universidade, entre (250-750kg), enquanto eu estava sob o treinamento do controle da mente em um laboratório perto de Rochester, NY. Nos meus saltos eu caía como um gato, calmo e relaxado, sem medo, me concentrando como um lazer na aterrissagem.

Existem outros como você próprio que tiveram treinamentos e experiências parecidas?

AP: Eu acho que existam milhares de outras pessoas e crianças que foram usadas e muitas delas desapareceram. Muitas morreram durante o processo. Eles foram considerados descartáveis. Alguns que sobreviveram aos muitos programas rigorosos ficaram conhecidos como os garotos de Montauk. Duncan Cameron é uma dessas pessoas. Geralmente os garotos e rapazes são treinados para serem mensageiros assassinos e super soldados e até mesmo psiônicos matadores. As mulheres são usadas geralmente como agentes sexuais. A história de Cathy O'Brien's é um exemplo.

Que tipos de missões especiais ou experimentos de viagem no tempo que você se lembra de ter participado?


AP: Existiam épocas que eu me lembro de ter estado num pequeno aeroporto em Rochester, sendo apanhado por um avião de guerra F-16 e tendo ido para um deserto numa área do sudoeste para treinamento militar ou percurso de obstáculos ou missões de assassinatos. Eu me lembro de ter visto outros homens com camisetas negras e calças, no mesmo curso de treinamento. Outras vezes eu me vi num porta aviões no mar. Depois das missões eles me levavam de volta para a universidade. Eu não me lembrava de nada que tinha acontecido durante horas ou dias. Todas essas missões foram realizadas quando eu tinha 15 anos de idade e entre 1988 e 1992 sob um profundo programa hipnótico, onde eles apagaram minhas memórias ou até que minha memória começasse a voltar.

Me foi ensinado também, manusear vários tipos de armas, carregando e limpando cada modelo com suas próprias características especiais e atirando exatamente nos alvos repetidamente e perfeitamente, sem pensar, exatamente fazendo.

Me fale mais sobre o seu envolvimento no Projeto Montauk?

AP: Eu fiz parte de um programa derivado do Projeto Montauk, chamado de cadeira Montauk. Basicamente a cadeira Montauk foi desenvolvida para conduzir o ser humano e a sua alma ao ponto zero de referência para facilitar a viagem no tempo. O que a cadeira basicamente fazia era separar a mente do corpo. Os operadores da cadeira pensavam e a energia vibracional aumentava, tendo uma proteção ao se olhar para as antenas, que ficavam sobre a cadeira, de onde a energia era enviada para o computador, e novamente para um processador, e então era amplificada várias centenas de vezes. A informação era enviada para uma rede de cristais de energia livre organizados num círculo. Então, qualquer um dos pensamentos eram amplificados e num período de tempo, um buraco abria-se no quarto. O buraco tinha entre 5 á 6 metros de largura e grande o suficiente para se passar um caminhão através.

Em Camp Hero, Montauk, o local representa um ponto de referência de biorritmos da terra e neste ponto da terra é aonde a viagem no tempo é mais facilmente executada, quando a terra é o ponto de origem. Meu papel no projeto da cadeira montauk era para utilizar meus dons de visualizações, para focalizar meus pensamentos em pontos específicos de épocas da história, que foram determinadas para mim. A cadeira era conectada a um sofisticado sistema de computador e amplificava o pensamento, de modo que quando um pensamento ou época no tempo era visualizada, o computador simulava um portal do tempo baseado neste período de tempo. Uma série de portais do tempo foram feitos, até que uma coleção de períodos do tempo e portais, foram se acumulando.

A cadeira também era utilizada, para aumentar extremamente a visualização dos pensamentos, para se criar materializações na terceira dimensão baseados nos pensamentos dos operadores. Preston Nichols escreveu vários livros sobre o Projeto Montauk e descreveu um incidente em que Duncam Cameron criou um monstro na época que operava a cadeira Montauk.

Uma certa missão de viagem no tempo foi chamada de Projeto Cruzeiro do Sul. Esta missão foi empreendida para vencer a segunda guerra mundial a favor dos aliados. O quê o governo dos E.U.A fez foi usar a viagem no tempo para voltar na época de 1940 para nos ajudar a ganhar a guerra. Nós cederíamos aparelhos de comunicações, armas e tecnologias de componentes fabricados na década de 1940s. Estes aparelhos seriam entregues na década de 40 juntamente com uns desenhos sobre como fabricá-los usando peças da década de 40. Eu participei de algumas dessas entregas, e uma vez, eu fui enviado para a Alemanha e em outra ocasião para a Inglaterra. Não me foi permitido falar com qualquer pessoa, exceto, entregar meu pacote e retornar rapidamente para nossa época. E isto tudo foi feito sob uma profunda programação hipnótica, e dessa forma, eu não tive muita liberdade para explorar. Eu tinha gasto não mais do que duas horas nestas entregas.

Você se lembra de algum dia ter encontrado ou visto algum extraterrestre?

AP: Eu acredito que o Departamento da Marinha firmou algum acordo com os alienígenas Cinzentos/greys, para trocar tecnologias entre mulheres e crianças, na condução de experiências de fertilização. Isso é o que está acontecendo agora numa base subterrânea perto de Miami/Flórida. Umas das minhas lembranças mais perturbadoras é ter sido levado por um corredor nesse laboratório subterrâneo e ter visto jaulas eletrificadas com mulheres e crianças gritando por socorro. Eu vi os aliens Greys( 4 pés de altura com grandes olhos negros) e também seres répteis com 7 pés de altura em algumas de minhas experiências. Me disseram que eu tive muitas crianças de experimentos alienígenas e que eu também fui abduzido pelos greys.

Em uma ocasião eu fui apresentado na época a um ser reptiliano em uma base subterrânea no ano de 1989-1990. De início eu vi um ser ariano de 7 pés de altura com aparência humana.. Ele caminhou em minha direção e sua imagem ficou embaçada como se algo interferisse com a sua energia. Ele fez alguma coisa no dispositivo do seu cinto e me chamou, "Ok, eu te mostro." Ele então apertou algum botão no seu cinto e então eu vi sua imagem mudando para uma criatura tipo lagarto da altura de 7 pés que parecia pesar em torno de 400 lb/200 kg.

Eu fui apresentado a um grupo de seres que se diziam ser de um sub-grupo do Illuminatti. O grupo era formado por uns 40 à 50 homens, todos com 1 m e 85cm de altura ou mais, brancos e de uma idade indeterminada, em média 70 anos, mas eu acho que eles eram mais velhos, considerando a tecnologia que eles tinham acesso. Eles se reuniam numa sala de reunião que eu acho que era numa base subterrânea, talvez Camp Hero, Montauk. Eles se sentaram em volta de uma mesa de madeira no formato de uma bola de futebol Americano. Cada cadeira tinha uma luz em cima e tinha um tipo de monitor de TV e um controle que saía da mesa. Também tinha uma tela enorme localizada na parte da frente da sala. Eu tenho razões para acreditar que nem todos os Illuminatis são humanos, mas que na verdade são seres alienígenas com aparência humana.

Quem você acha que são os grupos ou pessoas que comandam o show nos E.U.A ou até mesmo na terra? Como os alienígenas se encaixam em tudo isto?


AP: Isto é muito complicado, mas basicamente existe 4 versões ou grupos na N.W.O, todos com programação variadas. O primeiro grupo engloba os ( E.U.A e Europa Ocidental, Ex: Inglaterra, Alemanha e França). O segundo grupo engloba Europa Ocidental e Oriental e os E.U.A. O terceiro grupo é de países do oriente, e o quarto é da Arábia Saudita Ocidental e todo o dinheiro do petróleo. Também tem os grupos de fora do mundo ( alienígenas do tipo nazista, futuros humanos chamados de Zardanianos, Reptilianos, Greys e Draconianos) que também tem um pé no plano da N.W.O. Por enquanto, os grupos europeus e ingleses de dinheiro velho, juntos com as facções nazistas remanescentes Judias e Americanos que formam o grupo que sempre foi conhecido e associado como Illuminati e ligados a facções secretas. Esse enorme grupo internacional controla a mídia, força policial, militares, etc. O Illuminati também faz parte do plano da N.W.O que inclui membros como George Bush, Principe Charlies e outras pessoas importantes.

Quanto aos alienígenas, acho que a maioria dos aliens Greys estão sob a autoridade ou colaboração dos Reptilianos Draconianos com os Illuminatis, baseado em algumas de minhas experiências e memórias que ainda estão retornando a mim. Alguns destes grupos dos Greys estão em conflito com a agenda dos Reptilianos Dracos, que vem realizando suas próprias ações (programas de hibridização humano/Grey), assim dizendo. Eles planejam entrar na densa matéria espiritual querendo obter um corpo emocional e uma habilidade para ascender para dimensões mais elevadas. Eles estão usando humanos para executar esta via entre híbridos humanos/aliens. Mas os humanos possuem a chave em termos de terem uma essência trina ou unidade de existência, física, emocional e espiritual. Outros alienígenas perderam esta unidade de existência (porquê eles perderam a graça de deus), logo eles perderam sua ascendência para dimensões superiores ou evoluir para níveis mais altos. Isto retorna para a original rebelião Luciferiana, de anjos decaídos e dos vários conflitos entre espécies.

Quando você começou a se lembrar de suas memórias? Como você conseguiu ou consegue interferir na programação por eles instalada?

AP: Algumas das minhas primeiras memórias surgiram na época que eu estava morando com um companheiro de quarto em Atlanta, Geórgia em 1996. Nós fomos a um boliche e eu tive uma visão com a forma de um homem vestido como um rinoceronte, com os dizeres "Jogue boliche com bolas Rinoceronte". Isso me lembrou que Rinoceronte era o nome que os meus manipuladores nazistas me chamavam. O meu companheiro de quarto me ouviu dizer "eu sou Rinoceronte e eles me chamaram de Rinoceronte". Ele se emocionou e me perguntou, "onde você escutou isso" e ele parecia sério e me perguntou. Pela sua reação eu mais tarde compreendi que ele tinha sido um dos meus programadores e manipuladores. A primeira lembrança, que fez com que eu me lembrasse de estar sendo eletrocutado e estar gritando de dor, em uma das minhas numerosas sessões de tortura. Então depois desta primeira recordação, outras recordações começaram a surgir. Foi como se a minha mente estivesse abarrotada e as memórias subconscientes estivessem acontecendo.

Meus programadores de controle da mente deliberadamente bloquearam minhas memórias para que eu não me lembrasse. Quando eu, pouco a pouco, comecei a me lembrar, eu escrevia anotações para eu mesmo e as escondia. Então eu encontrava as minhas anotações, depois de ter esquecido tudo, porque o meu companheiro de quarto começava a perceber que eu começava a me lembrar de tudo. Aí ele repetidamente me colocava em transe , apagava minha memória e eu esquecia tudo que eu tinha acabado de me lembrar até então, mas tudo desmoronou, porque eu deliberadamente escondia as anotações e fingia para meu companheiro de quarto que não sabia de nada. Eu pensava que ele era um amigo, mas ele era simplesmente outro controlador e manipulador que queria me manter no programa. Eu me lembro que eu não conseguia me lembrar dos meus sonhos durante 10 anos. Mas agora eu consigo me lembrar. Eu estou purificando meu corpo, limpando a minha mente e conseguindo minhas habilidades de volta.

Como eles fazem para manter o controle total sobre as pessoas que estavam e ainda estão em projetos de controle da mente?

AP: A essência das táticas de controles deles, é de separar a mente na época da juventude. Isto acarreta um processo de trauma, tortura, degradação e humilhação da pessoa. O processo é diferente para cada pessoa, mas em essência, eles surtem efeito na sua mente subconsciente, descobrindo aquilo que é a sua principal parte pessoal. Eles então basicamente usam isto contra você para torná-lo submisso e quebrar a sua resistência. O que acontece é que um indivíduo que tem habilidades mentais especiais é selecionado cedo ( muitas vezes eles são de famílias de militares ou de multi gerações de famílias, abusadas por rituais satânicos). Então, eles estão sujeitos a várias etapas de terror e horror para separá-los das suas próprias mentes. Isto é um processo de progressiva dissociação e compartimentalização da mente e da personalidade.

Eles controlam a sua mente através de várias complicadas técnicas de comandos e técnicas de hipnose, até eles criarem o perfeito candidato Manchuriano.( veja a narração de Greenbaum por D.C. Hammond). Eles programam você para fazer alguma coisa, então apagam sua memória. Basicamente eles programam sua mente, como se isto fosse um computador. Uma vez que eles instalam uma palavra mágica, e tudo o que eles tem a fazer é dizer essa palavra e você está sobre o controle deles. Isto acontece numa idade prematura, assim fica fácil para eles lhe controlarem, se vocês estiverem condicionados e dissociados dentro de várias personalidades.

Outro método de controle da mente é aquele em que eles enviam uma pessoa especial em sua vida, treinadores e manipuladores, que se mostram como seus amigos, professores, "desprogramadores", companheiros de quarto, namoradas, etc. Que estão atualmente trabalhando para os projetos de controle da mente. Alguns estão trabalhando inconscientemente, e não sabem até mesmo que estão sendo usados de uma certa maneira. Isso faz com que seja difícil de se confiar em qualquer pessoa.

Existe mais alguma coisa que você possa falar sobre estes projetos ou aconselhar outros que tiveram passado através de experiência parecida e como eles próprios podem ficar livres destas influências?


AP: Para aqueles que querem ficar longe da influência dos programas de controle da mente, você deve ter um forte instinto de guerreiro para fazer o que é certo, sem ligar para que os outros estão fazendo. Sua única prisão é a primeira que você constrói para você mesmo. Você deve se conectar com seu eu superior para quebrar o mal que está ao redor de nós e não sujeitar-se a fazer a maldade, justamente porque os outros vem fazendo. Mantenha seu fundamental juízo do que é certo e errado. Isto tudo retorna para o básico conflito entre o bem e o mal. Isto é como as forças negras no poder do planeta que tentam penetrar no paraíso ou para dimensões superiores.

A nota de 20 e as mensagens subliminares

Bom primeiro pegue uma nota de 20 doláres(sei que sou louco de pedir para alguém no Brasil ter uma nota dessa, mas vamos lá hahaha)
DOBRE AO MEIO:


Dobre de novo, tomando o cuidado para que ela fique exatamente como está abaixo.


Dobre a outra ponta, exatamente como você fez antes.
E voilà, o PENTÁGONO em chamas!!



Agora, simplesmente vire-a do outro lado…
E você terá as Torres Gêmeas pegando fogo….



E pra finalizar uma homenagem a nada mais nada menos que:



Agora vai de você achar que existem COINCIDÊNCIAS ou não


Illuminati contra Steve Jackson


Em 1990, Steve Jackson, inventor de RPGs, estava planejando seu mais novo jogo, que chamaria de "Illuminati: A Nova Ordem Mundial", ou "INWO", da abreviação em inglês. Jackson estava criando um jogo que iria reproduzir muito de perto o verdadeiro plano dos Illuminati de encaminhar o mundo para a Nova Ordem Mundial.



Como Steve Jackson conhecia o plano dos Illuminati tão precisamente? De fato, ele conhecia o plano tão bem que recebeu uma visita de surpresa do Serviço Secreto, que tentou fazer de tudo para tirá-lo de circulação e impedi-lo de lançar o jogo. Como vocês verão nos excertos do relato de Jackson sobre a batida, os agentes federais estavam muito interessados nos seus arquivos intitulados "Illuminist BBS". Leia os relatos de Jackson sobre a batida em http://www.sjgames.com/SS/:
"Na manhã do dia primeiro de março, [1990] sem aviso prévio, uma força dos agentes do Serviço Secreto - acompanhados pela polícia de Austin e por pelo menos um 'perito' civil da companhia telefônica - ocuparam os escritórios da Steve Jackson Games e começaram a examinar os computadores.


A residência... do autor de GURPS Cyberpunk, também foi invadida. Muitos equipamentos foram apreendidos, incluindo quatro computadores, duas impressoras a laser, alguns disquetes soltos e considerável quantidade de hardware de computador.

Um dos computadores era o que armazenava e rodava o Illuminati BBS."
A empresa, S. J. Games, foi à Justiça e ganhou a ação, mas quase quebrou financeiramente. A investigação se concentrou em uma fraude supostamente cometida pela empresa por causa das atividades de hackers (invasores de sistemas de informática) e o fato de que a empresa promovia um boletim informativo destinado a hackers, intitulado "Prack".



Entretanto, tudo isso é tão fraco que não faz o menor sentido; de fato, a acusação fazia tão pouco sentido que o juiz concedeu à Steve Jackson Games 50 mil dólares de indenização, mais 250 mil dólares de honorários advocatícios. Isso é muito dinheiro do contribuinte para pagar por um caso estúpido e sem sentido algum!
No entanto, isso enfatiza o fato que o governo iluminista dos EUA, e o Serviço Secreto, chefiado na época por George Bush (pai) estava preocupado com alguma coisa que a S. J. Games estava prestes a fazer, e formulou um motivo para invadir os escritórios da empresa e apreender seus equipamentos.


Depois que você analisar este material, acreditará, assim como eu, que a verdadeira razão por que o Serviço Secreto invadiu a S. J. Games foi para tirá-los de circulação, de modo que não lançassem o jogo "A Nova Ordem Mundial dos Illuminati" (INWO), já que revelava muito do plano que ainda estava onze anos adiante no tempo.
Esse jogo estava nos estágios iniciais em 1990 e foi finalmente lançado em 1995, tornando-se um campeão de vendas. O "INWO" ganhou o prêmio Origins Awards de 1995 com o melhor jogo de cartas.

Bom resumindo esse jogo de cartas me atraiu mais do que as cartas do Yu-Gi-Oh.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Mais sobre Anunnakis

Para quem não leu nossos primeiros posts, anunnakis são os habitantes de Nibiru o planeta que virá em 2012, como achei mais coisas sobre eles resolvi postar algo mais.
A palavra Anunnaki, muito antiga, é riquíssima em significados:
An = forma reduzida de "anachnu", que significa NÓS
Nu também significa "céu"
Naki = limpo, puro
Anunnaki, então, significa "We are Clean" (Nós somos puros) ― Ki = Terra, ampliando o significado para "Nós do céu, na Terra", ou ainda "Puros do Céu na Terra".
Eles eram gigantes (em hebreu , Anakim) mas também foram chamados de nórdicos ou louros (ou dourados) embora nem todos fossem exatamente louros de olhos azuis; mas eram dourados. São as características do povo de Sírius e Lira. Seu símbolo, um disco alado, representa não apenas suas espaçonaves mas também a capacidade de voar do espírito livre, uma lembrança da "Fonte", do Deus Criador dos criadores. Esses mesmos Anunnakis foram também chamados Elohim. Seus descendentes, foram os Nephilim.


Nesse tempo os Nephilim apareceram sobre a Terra, quando os seres divinos coabitaram com as filhas dos homens "e elas geraram filhos. Estes são os heróis tão afamados dos tempos antigos." [Gen 6:4]. Muitos pensam nos Niphilim com "anjos caídos"; mas eles não caíram. Vieram do alto, sim, e aterrissaram sua espaçonaves.
Entretanto, a idéia de "queda" tem seu valor simbólico: eles tiveram que "baixar" a freqüência ontológica de equilíbrio [freqüência de pulsação de energia espiritual] para se adequar às condições ambientais fisio-químicas da matéria "viva" terrena. Enlil ― conhecida divindade mesopotâmica, foi o primeiro a chegar e participou do processo de criação da raça humana, raça que nos textos sumérios é chamada Black headed people (cabeças negras).


quarta-feira, 24 de junho de 2009

Ou 2012 ou 2029


O título deste post aponta para a possibilidade real (1 em 60) de sermos atingidos por um asteroide de 320 metros no dia 13 de abril de 2029.
Os cálculos feitos até à data apontam que este asteróide – designado 2004 MN4 Apophis – poderá passar a poucos milhares de quilometros da Terra, abaixo mesmo da órbita da maioria dos satélites artificiais. Tão próximo que pode mesmo alterar as órbitas de alguns satéites, se não colidir com nenhum!
Por passar tão perto da Terra, a órbita de Apophis será inevitávelmente alterada, podendo voltar à Terra com uma trajectória que neste momento é impossível de prever. Não se pode excluir a hipótese de um impacto alguns anos mais tarde, ou de uma série de vôos rasantes seguida de um impacto.


É de tal forma imprevisível a trajetória que o asteróide vai seguir a seguir à sua passagem pela Terra que é inclusivamente possível que, a acontecer um regresso, este ocorra com o asteroide a aproximar-se da Terra vindo da direção do Sol, sendo assim quase completamente impossível de detectar!
O fim do Mundo, da pior forma possível…


Note-se que se este asteróide caír em Espanha, toda a área da Península Ibérica seria devastada! Se caír no Oceano Atlântico, causará um tsunami com ondas que poderão dar a volta ao planeta.


Caia onde caír, terá pesadíssimas consequências ecológicas, económicas, políticas e sociais para todo o planeta!
A NASA está a começar a estudar formas de alterar a trajectória do asteróide, mas qualquer operação deste tipo necessita de um largo período de tempo para planeamento e execução. Além do que nunca nada como isto foi alguma vez tentado, e provávelmente os recursos tecnológicos necessários ainda estão por criar!
Resumindo meus caros leitores, quem sobreviver a Nibiru terá mais uma luta para enfrentar.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Outra teoria para nosso fim seria os raios gama

Estava pesquisando sobre outras teorias e achei essa sobre o raio gama que pode acabar com nosso planeta leiam:

RAIOS-GAMAS:


Explosões cósmicas de grande intensidade poderiam "fritar" a Terra com
radiação. No ano de 1054, os chineses acompanharam, com perplexidade, o
aparecimento de um brilho intenso nos céus, que permaneceu visível por três
semanas à luz do dia e por quase dois anos à noite. Tratavase
de um dos eventos
mais violentos do cosmos: a explosão de uma estrela com massa maior que a do
Sol, num fenômeno conhecido como supernova.
A supernova em questão ocorreu a uma distância de 6.000 anosluz
da Terra,
liberando quantidades enormes de energia. Hoje podese
observar uma nuvem de
gás no local do evento, conhecida como nebulosa do Caranguejo. Para ameaçar a
Terra, os cientistas estimam que uma explosão como essa precisaria ocorrer a uma
distância máxima de 26 anosluz
do planeta. Felizmente, não existe nesse raio
nenhuma estrela de massa suficiente para tamanho desastre.

O QUE SÃO:


Tipo de radiação eletromagnética que possui o comprimento de onda mais
curto e, consequentemente, a mais alta freqüência em todo o espaço
eletromagnético. Isto também implica que os raios gama possuem a mais alta
energia entre todas as formas de radiação eletromagnética. Chamamos de raios
gama qualquer fóton que tem energia maior do que, aproximadamente, 100 kV
(quilovolts). Os raios gama são muito penetrantes. Na Astrofísica os raios gama
fazem parte do domínio da chamada Astrofísica de Altas Energias.

COMO OCORRE:


Os astrônomos alertam para os riscos trazidos por dois eventos cósmicos que
chegam a ser até 100 vezes mais intensos que uma supernova e que poderiam
ocorrer a distâncias maiores, de até milhares de anosluz
(ano luz é a distância que
a luz percorre durante um ano com a velocidade de 300.000 km/segundo).
Um deles é chamado de hipernova, a explosão de uma estrela cinco a dez
vezes mais densa que o Sol. O outro diz respeito ao choque entre dois corpos muito
densos, como buracos negros e estrelas de nêutrons (com as massas entre 10 e 30
vezes a do Sol). Em ambos os casos, podem ser liberadas grandes quantidades de
raios gama, a forma mais energética da radiação eletromagnética conhecida.
Nessas grandes explosões, a energia tende a ser emitida em dois feixes opostos.
"Se eles forem perpendiculares ao plano da galáxia, não há problema", diz
Amâncio Friaça, do Instituto de Astronomia e Geofísica da Universidade de São
Paulo (IAGUSP).
"Caso contrário, tudo o que estiver em sua rota sofrerá um grande
impacto."
Para a Terra, as perspectivas não seriam as melhores. Os raios gama, com
uma energia até 1 milhão de vezes maior que a dos raiosX,
poderiam afetar todas
as formas de vida do planeta e destruir a camada de ozônio, deixando a Terra
vulnerável aos raios ultravioleta do Sol.

Fonte:
Mostra de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar – I MICTI
Camboriú, 16 e 17 de Outubro de 2006 Colégio
Agrícola de Camboriú/ UFSC

SOBRE O MAJESTIC - 12


Bom como no post anterior eu tinha comentado sobre esse projeto e como sei que muitos não conhecem ou sabem pouca coisa sobre isso, resolvi postar informações mais detalhadas.


Conhecida como Majestic Twelve, MJ-12, Majic 12 ou Operação Majestic Twelve, é o nome de código para uma suposta organização estabelecida em Setembro de 1947 por ordem especial do Presidente Truman, devido à recomendação do Doutor Vannevar Bush e por James Forrestal. Os participantes que foram reunidos de diversos campos ( cientificos, militares ) ficaram basicamente encarregados de recolher informação sobre discos voadores ou mais especificamente, sobre o acidente de um veículo extraterrestre no deserto do Novo México em 1947.



Em 11 de Dezembro de 1984, o produtor televisivo americano Jamie Shandera recebeu um pacote, dentro do qual estava uma fita de 35mm não revelada. Não havia remetente, e a única pista era que a marca dos correios era de Novo México. Ele encontrou-se rapidamente com o pesquisador de ovnis, o americano William Moore que revelou o filme. Revelaram oito páginas de informação - uma carta breve para o presidente Dwight Eisenhower datado a 18 de Novembro de 1952. Os documentos informavam a recuperação de um veículo extraterrestre a cerca de 120 km de Roswell, Novo México. Stanton T. Friedman, William Moore e Jamie Shandera passaram os dois anos seguintes para determinar se os documentos eram genuínos ou não... Página 1, na capa dos documentos da MJ-12 lê-se "AVISO! Isto são documentos Super Secretos - Só para ler, que contêm informação essencialmente para a Segurança Nacional dos Estados Unidos. Acesso só de leitura para este material a quem possuir nível de autorização "Majestic 12".



Reprodução em alguma forma, ou retirar notas dos documentos é proibido." A Segunda página continha informação detalhada sobre a operação Majestic 12 e continha também a lista do grupo de pessoas que formavam a organização. Relatava a função da MJ-12: "A operação Majestic-12 é uma operação de Pesquisa e Desenvolvimento/Inteligência "TOP SECRET" responsável e directamente para o presidente dos Estados Unidos. Operações contidas no projecto são cumpridas sobre a ordem do Grupo da Majestic-12 (Majic-12) que foi estabelecido por ordem especial do Presidente Truman em 24 de Setembro de 1947, devido à recomendação do Doutor Vannevar Bush e James Forrestal. O grupo era composto por..." Em seguida estava escrito no documento uma lista com doze nomes: Almirante Roscoe Hillenkoetter, Dr. Vannevar Bush, Ministro James, V. Forrestal, General Natham Twining, General Hoyt S. Vandenberg, Dr. Detlev Bronk, Dr. Jerome Hunsaker, Mr. Sidney W. Soners ( Almirante ), Gordon Gray, Dr. Donald Menzel, General Robert Montague e Dr. Loyd V. Berkner.



Os outros documentos falavam sobre a recuperação do ovni de Roswell, e referia-se à MJ-12 que continha um número de projectos de pesquisa oficiais sobre ovnis pertencentes à Força Aérea dos Estados Unidos (entre os projectos estava o "Blue Book") O penúltimo papel uma lista de vários documentos (A-H). O último papel era um suporte para os outros, pois era um memorado Altamente Secreto assinado pelo Presidente Truman para o Ministro de Defesa James Forrestal. No memorado pedia para o Ministro de Defesa consultar Bush, de modo a formar um grupo que respondesse somente perante o Presidente. O assunto era referido unicamente como "Operação Majestic Twelve" Timothy Good estava a pensar em publicar o material no livro que estava a escrever, mas estava indeciso pois precisavam autenticação.



Houveram outros livros que foram publicados que falaram sobre MJ-12, mas apenas alguns pesquisadores americanos é que tinham visto as cópias originais. "Publico ou espero?" interrogava-se Timothy. Em 29 de Maio de 1987, Moore, Friedman e Shandera tornaram os documentos públicos. Nos três anos anteriores empenharam-se em descobrir a verdade sobre a Majestic 12. William Moore, Stanton T. Friedman e Jamie Shandera Em Julho, "Above Top Secret" foi publicado. Quase todos os jornais nos EUA e na Europa do Oeste fizeram sobressair o livro e, passado uns dias Timothy Good estava a responder perguntas de todos os cantos do globo. O livro em si, teve um sucesso fantástico.



O esforço da investigação dos Estados Unidos deram uma ajuda aparente, para Moore e Shandera. Shandera descobriu uma carta para o Tenente General Twining. A carta mencionava um relatório do grupo da MJ-12 de uma reunião de Segurança Nacional com o presidente Eisenhower em 16 de Julho de 1954. A prova para a existência da organização Majestic 12 estava a crescer mas, no entanto, durante este período apareceu uma grande quantidade de informação enganadora. Investigadores começaram a suspeitar que era tudo uma grande fraude ou informação enganadora e que era na verdade, para testar como os Investigadores de ovnis e mesmo o público iria reagir ou tomar conhecimento destas informações. Depressa um antigo adversário de Stanton T. Friedman começou a investigar a Majestic 12 - o senhor Philip Klass. Houveram debates sobre os documentos, os códigos , as datas em que tinham sido escrito, as pessoas envolvidas e talvez o mais importante de tudo... a assinatura de Truman. Klass apresentou as suas conclusões.




Ele localizou uma carta com a assinatura do Presidente Truman que tinha sido enviada para Vannevar Bush em 1 de Outubro de 1947. Timothy Good, provavelmente um dos líderes das autoridades em matérias deste género admitiu uns anos mais tardes que os documentos da Majestic 12 eram uma obra prima muito bem arquitectada de informação enganosa. Por outro lado, Stanton insiste que são reais e muitos investigadores de ovnis concordam com ele.



Mas, mesmo assim, existem umas diferenças nas assinaturas de Truman e, uma assinatura pode ser feita num computador em alguns segundos, mesmo em 1984.. Timothy Good Timothy Good admite agora que os documentos da operação Majestic 12 foram uma grande decepção e, culpa o Escritório de Investigações Especial da Força Aérea dos Estados Unidos por isso. " Eu corri o risco de publicar um documento extraordinário.", disse Timothy em 1991. A Majestic 12 continua a ser investigada e as opiniões sobre a sua autenticidade estão divididas. Stanton F. Friedman continua a investigar a suposta organização com grande fervor e, produziu provas que MJ-12 e suficientemente real.



De fato, Timothy Good aprendeu muito de outras "fontes" que houve (e ainda pode haver), uma comité altamente secreto que lida com ovnis. Ele também reconhece que quem quer que tenha feito os documentos tinha de ter um conhecimento profundo sobre o trabalho do governo americano e respectivos serviços de segurança. Apoiantes dos documentos secretos, apontam para a descoberta de um outro documento encontrado nos arquivos nacionais dos Estados Unidos. Uma carta Top Secret com a data de 14 de Julho de 1954, de Robert Cutler, assistente especial do Presidente, para o general Twining, refere-se a uma missão da MJ-12. No entanto, Timothy diz que houve realmente um plano Majestic., elaborado pelos chefes de Estado devido ao ataque nuclear Soviético no começo dos anos 50....

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Illuminati e a sua aliança com extraterrestres

(na foto acima) Harry S. Truman e o diretor da NASA, James Webb, fizeram parte de uma agência do governo secreto chamada Majestic-12....será?

Os governos secretos são um elemento importante nas teorias da conspiração.

De acordo com William L. Moore, um "ufólogo", o Majestic-12 foi um codinome para um departamento do governo secreto liderado por Harry Truman, um dos presidentes dos Estados Unidos.


O objetivo desse departamento: lidar com seres extraterrestres [fonte: CSI]. Céticos dizem que os documentos que Moore utiliza para sustentar suas afirmações são falsos e que esse departamento não existe.
Provavelmente, o Illuminati é outra organização secreta presa ao espaço. Há centenas de teorias diferentes sobre o Illuminati, sendo que algumas dizem que é a organização a qual todos os outros governos secretos se reportam. Possivelmente a teoria mais estranha dessa lista, algumas pessoas afirmam que os Illuminati são descendentes da união entre humanos e uma raça de répteis extraterrestres. De acordo com essa teoria, esses descendentes híbridos se infiltraram nos níveis mais altos do governo em países de todo o mundo. As supostas metas dos Illuminati variam de simples dominação do mundo à preparação da Terra para a colonização extraterrestre. Céticos dizem que não há prova que sustente a existência dos Illuminati, mas os teóricos de conspiração afirmam que é justamente a falta de evidências que realmente comprova que o grupo existe. Alguns dizem que o grupo Illuminati é tão eficaz que eliminou praticamente todas as provas de sua existência.
Esses Illuminati realmente são muitos misteriosos para mim, tenho comigo que eles irão dominar o mundo realmente após o Nibiru chegar.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

UM CD PARA SE OUVIR EM 2012

Bom vou postar logo um funk original aqui, essa é pra galera que quer ouvir algo bom de verdade, esse é de raiz mesmo, logo piro nesses sons, é muito divertido.

THE SPINNERS - 2nd Time Around

1 It’s a Shame
2 I’ve Got to Find Myself a Brand New Baby
3 Together We Can Make Such Sweet Music
4 Bad, Bad Weather (Till You Come Home)
5 Pay Them No Mind
6 My Lady Love
7 Souly Ghost
8 O-o-h Child
9 In My Diary
10 My Whole World Ended (The Moment You Left Me)
11 (She’s Gonna Love Me) At Sundown
12 Can Sing a Rainbow/Love Is Blue

DOWNLOAD:
http://www.4shared.com/file/107525580/d5f8f0df/T_S_-_2_nd_T_A.html

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Informações vazadas de laboratórios sobre Nibiru


1. Nibiru é um de muitos planetas que orbitam uma Estrela Escura (Dark Star) ou Anã Marrom (Brown Dwarf). Esta Estrela Escura tem ao todo sete planetas: cinco pequenos, Homeworld (o sexto planeta, do tamanho e similar à Terra) e Nibiru, o sétimo planeta - embora haja dúvidas se seja realmente um planeta.

2. Quando a Estrela Escura fica no periélio (posição mais próxima do nosso Sol), entre 60 e 70 AU (AU = Astronomical Unit - unidade astronômica igual à distância média entre a Terra e o Sol. aproximadamente 150 milhões de quilômetros, ou 500 segundos-luz / 8 minutos-luz), a órbita de Nibiru, que fica a 60 AU da Estrela Escura, possui uma órbita suficientemente alongada para atravessar nosso sistema solar, geralmente nas proximidades da órbita de Júpiter, apesar dessa órbita poder variar.

3. A inclinação orbital de Nibiru é cerca de 30 graus em relação ao nosso plano solar ou da eclíptica. Quando Nibiru atravessa nosso sistema solar em movimento retrógrado (sentido oposto em relação aos demais planetas) gera gigantescas e generalizadas perturbações electromagnéticas que afeta os corpos celestes próximos.

4. Quando Nibiru aproxima-se do nosso sistema solar interior, ele acelera rapidamente por debaixo da eclíptica, passando atrás e por baixo do Sol antes que ele passe para cima da eclíptica num ângulo de 33 graus.

5. Do polo sul ou extremo sul da Austrália, Chile ou Argentina, Nibiru será visto pelas pessoas - a partir de 15 de maio de 2009 -
como uma estrela vermelha brilhante do tamanho aproximado da nossa Lua. Ele estará se movendo de baixo - a partir da órbita da terra - para cima.

6. A partir de junho de 2011, todos na terra poderão ver Nibiru a olho nú.

7. Em 7 de setembro de 2012, dia em que Nibiru estará mais próximo da terra: somente a 1,4636 UA (219,6 milhões de quilômetros - 731,8 segundos-luz / 12,20 minutos-luz).

8. Em 21 de dezembro de 2012, Nibiru estará a 2,7950 UA (419,3 milhões de quilômetros - 1.397,5 segundos-luz / 23,292 minutos-luz) da terra. Esta não é uma data crítica para o planeta terra.

9. Em 27 de abril de 2013, entre as 6 horas da manhã até às 11 horas da noite, Nibiru estará a apenas 1,5720 UA (235,8 milhões de quilômetros - 786 segundos-luz / 13,1 minutos-luz) da terra, se afastando continuamente dessa parte da galáxia até regressar novamente em aproximadamente 5614.

2012 O FILME FINALMENTE O TRAILER



Tá ae o filme que mais esperei nesse ano, espero que realmente seja aquilo que todos seguidores de nosso querido Nibiru esteja aguardando....

terça-feira, 9 de junho de 2009

Boriska o menino marciano e as previsões para 2009/2013

Ele nasceu na cidade de Volzhskii num hospital suburbano, embora oficialmente, com base nos documentos oficias, a sua terra natal é a cidade de Zhirnovsk, na região de Volgogrado. Seu aniversário é 11 de janeiro de 1996. (Talvez esta informação seja útil para os astrólogos).
Seus pais parecem ser pessoas maravilhosas. Nadezhda, a mãe de Boriska, é um dermatologista numa clínica pública. Ela foi graduada no instituto médico de Volgogrado, em 1991. O pai do garoto é um funcionário aposentado. Ambos eles ficariam felizes se alguém pudesse desvendar algum mistério com a ajuda do seu filho. Por enquanto, estão a observar o crescimento da criança.
- Após Boriska nascer, em 15 dias notei que ele era capaz de manter a cabeça erecta“ , diz a Nadezhda. Sua primeira palavra que pronunciou foi “baba”, quando ele tinha 4 meses de idade e depois começou a falar muito em breve. Com 7 meses, ele construiu sua primeira frase, “eu quero um prego.” Disse esta frase após ver um prego encravado na parede. Mais notável foi que, a suas habilidades intelectuais ultrapassavam habilidades físicas.
- Como é que essas habilidades se manifestavam?
- Quando Boris tinha apenas um ano de idade, comecei a lhe dar cartas, e adivinhem o que aconteceu, entre os 1 e 5 anos ele era capaz de ler o jornal. Não demorou muito para ele se familiarizar com as cores e seus tons . Ele começou a pintar aos 2 anos.
Então, logo depois que completou 2 anos, o levamos para o centro de puericultura . Os professores ficaram todos surpresos com os seus talentos e sua maneira de incomum de pensar. O menino possui uma memória excepcional e uma incrível capacidade para captar novas informações. Contudo, os seus pais logo notaram que seu filho estava adquirindo esses informações inéditas, de algum outro lugar …
- Ninguém nunca ensinou-lhe essas coisas, disse a Nadya. Mas, às vezes, ele sentava nessa posição de lótus e começava novamente a falar. Ele falava sobre Marte, sobre sistemas planetários, civilizações distantes… não podíamos acreditar com nossos próprios olhos aquilo que ouvíamos. Como pode uma criança saber tudo isso? Cosmos, histórias sem fins de outros mundos e dos imensos céus, são como mantras diários para ele desde que ele completou 2 anos.
Vida Passada de Boriska em Marte.
Foi então que Boriska nos disse sobre sua vida anterior em Marte, sobre o fato de que o planeta foi, de facto, habitada, mas como resultado das mais poderosas e destrutivas catástrofe, perdera sua atmosfera e que hoje todos os seus habitantes tiveram de viver em cidades subterrâneas. Desde de então, ele viajava para a terra muitas vezes em negócios e outros fins de investigação. Parecia que Boriska propriamente pilotava sua nave. Isso aconteceu durante os tempos das civilizações Lemurianas. Ele tinha um amigo lemuriano que morreu na sua presença …
- Houve uma grande catástrofe na terra. Um gigantesco continente foi consumido pelas águas tormentosas. Então, de repente, uma enorme rocha caiu sobre uma construção… o meu amigo estava lá…, diz Boriska. Eu não pude salva-lo. Estamos destinados a nos encontrar as vezes nesta encarnação.
O rapaz contou tudo sobre o incidente, como se isso tivesse acontecido ontem. Ele sente um desgosto pela morte de seu melhor amigo como se ele fosse culpado.
Um dia, ele encontrou um livro no saco da sua mãe intitulada “De Onde Viemos?”, de Ernst Muldashev. Você deveria ter visto a felicidade e fascinação que esta descoberta desencadeou no rapaz. Ele alistou as páginas durante horas, olhando para esboços de Lemuria, fotos do Tibet. Ele então começou a falar alto sobre o intelecto dos Lemurianos…
- Mas Lemuria deixou de existir no mínimo… 800 000 anos atrás, eu afirmei. Lemurianos tinham 9 metros de altura! Estou certo? Como você pode lembrar tudo isso?
- Eu lembro, respondeu o rapaz.
Mais tarde, ele começou a recordar doutro livro de Muldashev intitulado “Em Busca da Cidade dos Deuses”. O livro é essencialmente dedicado aos antigos túmulos e pirâmides. Boriska firmemente declarou que as pessoas encontrarão o conhecimento sob uma das pirâmides (não a pirâmide de Quéops ). E isso ainda não tinha sido descoberto. “A vida irá mudar quando a Esfinge for aberta” disse ele e acrescentou que a grande Esfinge tem um mecanismo de abertura em algum lugar atrás da sua orelha (mas ele não se recorda exactamente onde). O menino também fala com grande paixão e entusiasmo sobre a civilização Maia . Segundo ele, sabemos muito pouco sobre esta grande civilização e seu povo.
Interessantemente, Boriska acha que agora finalmente chegou o tempo para que os “seres especiais” nasçam na Terra. “O renascimento do planeta se aproxima. Novos conhecimentos virão em grande quantidade, trazendo uma mentalidade diferente para os terráqueos.”
- Como é que você sabe sobre essas crianças dotadas e porque isso ira acontecer? Tem consciência de que eles são chamados de miúdos “índigo”?
- Eu sei que elas estão a nascer. No entanto, eu não conheço ninguém em minha cidade ainda. Talvez possa ser esta menina chamada Yulia Petrova. Ela é a única pessoa que acredita em mim . Outros simplesmente riem das minhas histórias. Algo vai acontecer na terra, é por isso que estas crianças serão importantes. Elas serão capazes de ajudar as pessoas. Os pólos vão se inverter . A primeira grande catástrofe com um dos continentes acontecerá em 2009. Próxima acontecerá em 2013 e será ainda mais devastadora.
- Não sente medo que a sua vida também possa terminar como resultado dessa catástrofe?
- Não. Não receio nem um pouco. Tenho vivido uma catástrofe em Marte uma vez. Ainda vivem ali pessoas como nós. Porém, após a guerra nuclear, tudo queimou-se. Algumas dessas pessoas conseguiram sobreviver. Eles construíram abrigos, e novos armamentos. Ocorreu também um deslocamento de continentes lá, embora o continente não era tão grande. Os Marcianos respiram gás. Em caso deles regressarem ao nosso planeta, teriam de ficar próximos a canos de descarga e inspirar a fumaça .
- Você prefere respirar oxigênio?
- Uma vez possuindo este corpo, tem-se que respirar oxigênio. No entanto, marcianos não gostam deste ar, o ar da terra, porque causa envelhecimento. Marcianos são relativamente jovens, com cerca de 30-35 anos. A quantidade dos bebes marcianos aumentará anualmente.
“Boris, porque nossas sondas espaciais desaparecem ou falham antes de chegar a Marte?” “Marte transmite sinais especialmente destinados a destrui-las. Tais missões contem radiação maléfica.” (sondas movidas a plutônio?)
“Eu estava impressionado com o conhecimento dele sobre esse tipo de radiação. E absolutamente verdadeiro. Em 1988, um residente de Volzhskii, Yuri Lushnichenko, um homem com poderes extra-sensoriais, tentou alertar as autoridades soviéticas sobre a queda inevitável das primeiras missões soviéticas a Marte, “Fobos 1″ e “Fobos 2″. Ele também mencionou esse tipo de radiação desconhecida e maléfica sobre o planeta. Obviamente, ninguém o levou a serio então.”
“O que você sabe sobre dimensões múltiplas? Você sabe que não se pode voar em trajectórias retas, mas sim manobrando através do espaço multidimensional?”
Boriska imediatamente se levantou e começou a despejar todos os fatos sobre UFOs. “Nós decolamos e pousamos na Terra a todo momento!” O garoto pegou um giz e começou a desenhar um objecto oval sobre o quadro negro. “Ele consiste de seis camadas”, disse. 25% - camada externa, feita de metal durável, 30% - segunda camada feita de algo similar а borracha; a terceira camada compreende 30% - novamente de metal. Os últimos 4% são compostos de uma camada magnética especial. Se carregamos essa camada magnética com energia, essas maquinas serão capazes de voar a qualquer ponto do Universo.”
Será que Boriska tem uma missão especial a cumprir? Ele tem consciência disso? Coloquei essas questões a seus pais e a ele próprio.
“Ele afirma que pode prever”- diz sua mãe. “Ele diz saber algo a respeito do futuro da Terra. Ele diz que a informação terá o papel mais significativo no futuro.”
“Boris, como você sabe de tudo isso?” “Está dentro de mim.”
“Boris, diga-nos porque as pessoas ficam doentes.”
“A doença resulta da incapacidade das pessoas de viverem adequadamente e serem felizes. Você deve esperar pela sua metade cósmica. Alguém jamais deveria envolver-se e bagunçar o destino de outros indivíduos. As pessoas não deveriam sofrer por seus erros passados, e sim entrar em contato com aquilo que lhe foi predestinado e tentar alcançar as alturas e conquistar seus sonhos.” (essas foram as exatas palavras que ele usou) “Vocês têm de ser mais simpáticos e calorosos. Caso alguém o ataque, abrace seu inimigo, peça-lhe perdão e ajoelhe-se diante dele. Se alguém o odeia, ame-o com todo fervor e devoção e peça-lhe desculpas. Essas são as regras do amor e da humildade. Sabem porque os lemurianos pereceram? Eu tenho parte da culpa. Eles não desejavam mais se desenvolver espiritualmente. Eles se afastaram do caminho predestinado e assim destruíram a unidade global planetária. O Caminho da Magia leva a lugar nenhum. O Amor é a verdadeira Magia!”
“Como você sabe disso tudo?”
“Eu sei. Kailis”.
“O que você disse?”
“Eu disse olá. Essa é a linguagem do meu planeta.”

Na rota dos alienígenas

Algumas estrelas esforçavam-se para aparecer. O céu estava escuro e parcialmente nublado, quase ideal para a ocasião. Havia três tochas fincadas em forma triangular na areia da praia, que serviam de ponto de referência para quem chegava. No total, foram à praia do Lamário, em Peruíbe, no dia 5, cerca de 40 pessoas. Todos miravam atentamente para o céu à procura de algum objeto voador de origem desconhecida. Os entusiastas do assunto acreditam que o local faz parte de uma rota de naves espaciais extreterrestres. No entanto, durante as quatro horas e meia de vigília, nenhum OVNI foi avistado. Mas nenhum dos presentes ficou frustrado, pois têm consciência do quanto é difícil registrar uma autêntica aparição de objetos ou de seres de outras galáxias.
Na vigília havia ufólogos (estudiosos do assunto) e pessoas que já avistaram ou até mesmo que se dizem abduzidas (sequestradas por alienígenas). Quando não observavam toda extensão celeste, discutiam sobre o tema.
Um dos ufólogos que estavam na vigília era o biólogo Paulo Aníbal Mesquita, conhecido como o mais atuante da região. Ele é, também, membro do grupo de pesquisas ufológicas EXO-X. Ele diz que o céu de Peruíbe pertence a uma das principais rotas de OVNIS do Brasil. "Fizemos um mapeamento de aparições na cidade entre 2000 e 2004", diz Aníbal. Ele explica que, para realizar a pesquisa de campo, foram coletados diversos relatos de aparições. Após este processo, os locais foram marcados em um mapa náutico. Neste documento, há registros de dezenas de locais onde ocorreram aparições de objetos luminosos noturnos; seres esbranquiçados, que emitiam luz de seus corpos (verdadeiras entidades espectrais); e OVNIS, no tradicional formato de disco e em forma cilíndrica. Várias delas ocorreram na Serra dos Itatins (no morro de Peruíbe), Pedra da Serpente, Perequê, Guaraú, Barra do Una e Ilha de Queimada Grande.

Ufoturismo


Peruíbe possui tantos relatos e registros documentais de aparições, pouso de aeronaves espaciais e abduções alienígenas que alguns locais da cidade viraram rotas obrigatórias para os turistas. Ao visitar os locais, muitos deles param durante minutos a observar toda a extensão do firmamento celeste.
Por causa destas peculiaridades, em 2004, a Prefeitura resolveu lançar o "Roteiro Ufológico", sendo a primeira cidade do Brasil a realizar este tipo de programa para o turismo.
Outros fatores que sustentam o turismo são as lendas da Cidade. Existe uma que provém das remotas tribos indígenas da região, cuja história é passada na Pedra da Serpente. Segundo a lenda, havia uma gruta que expelia fogo e fumaça. Os deuses fecharam-na, deixando esculpida uma serpente na porta. Neste local, muita gente diz ter visto luzes e seres bastante incomuns. Há ainda quem diga que já viu uma pessoa de quase dois metros de altura, com longos e lisos cabelos loiros, vestida com um macacão prateado. Ela possuiria ainda uma túnica e, na altura do peito, um emblema de uma serpente. Muitos dizem que o ser se dirige à rocha e desaparece, ultrapassando os pedregulhos de modo espectral.

"Fui abduzido"


Em uma noite de maio de 1999, o santista Edgar do Santos Cândido, de 38 anos, chegou em casa por volta das 23h. Cansado, foi deitar. Já na cama, mesmo em estado sonolento, viu uma luz que atravessou o telhado de amianto. Este facho amarelo puxava-o de modo inclinado. Ele não sentiu nenhum tipo de dor, porém percebeu que estava imobilizado. Enquanto flutuava, Cândido diz ter visto uma nave. "Ela era enorme. Tinha forma de disco e possuía cerca de 500 metros", explica o santista.
Quando se deu conta, já estava dentro da nave. Suas paredes eram prateadas e a tecnologia era bastante sofisticada. Lá, Cândido foi recebido por um comitê de seres de aproximadamente 1,50 metro de altura, meio acinzentados e com roupas prateadas. "Eles eram delgados, tinham olhos grandes, abaulados e negros. Em contraponto, a boca e o nariz destes seres eram pequenos", ressalta.
Levaram-no para uma sala cirúrgica. Fizeram uma incisão em seu rosto, retirando a parte frontal. Depois de uma longa análise, reconstituíram-na. "Em seguida, colocaram-me em uma espécie de sarcófago. Havia várias luzes que giravam em alta velocidade", explica Cândido.
"Dois seres conduziram-no a outra sala. Lá havia um outro à sua espera. Ele portava uma seringa, em cuja ponta havia um estranho e pequeno objeto, que foi inserido atrás da orelha esquerda do terráqueo. O artefato, que parecia uma microbala de revólver, deslizou um pouco pelo crânio do santista. "Foi nesta hora que senti uma irritação e acordei em casa. Meu coração disparava a mil por hora".
Segundo o ufólogo Paulo Aníbal, este implante pode ser uma espécie de sonda para registrar os passos do terrestre.
Na nave havia um ser diferente com características humanas. O ser tinha longas madeixas e a roupa também diferente que da dos outros seres. Ele exercia um certo poder. No final do processo, a criatura deu um abraço no santista, que disse, chorando, entre soluços:
—Por quê? Por que isso aconteceu comigo?
O ser interplanetário respondeu:
—Você vai conseguir!
Edgar Cândido diz que, já deitado em sua cama, deparou-se com quatro seres ao seu lado. Eles estavam analisando-o. Num piscar de olhos, com um forte grito de pavor, o terráqueo levantou-se da cama como se estivesse acordado de um pesadelo. "Eu estava em minha cama, apavorado, com taquicardia, o coração batendo muito forte e rapidamente, sentia como se isso tivesse realmente acontecido, mas duvidei dessa possibilidade", esclarece.
Após esta experiência, Edgar Cândido afirma ver pequenas luzes acima da cabeça das pessoas. Ele acredita que elas são referentes à áurea das pessoas. "Pelo menos uma vez por dia vejo essas luzes. Percebi, também, que minhas percepções extra-sensoriais estão cada vez mais afloradas", afirma.
Depois de dois anos, Candido realizou algumas sessões de hipnoses. A partir delas, grande parte de suas lembranças foram resgatadas do seu inconsciente. Todos os hipnotizadores (entre eles médicos e parapsicólogos) validaram sua experiência como um grande trauma.

Explicações para o Grande Mistério das Bermudas

A grande pergunta:Existem explicações para o enigma?
Depois de ter realizado, durante muitos anos, profundos estudos sobre os casos de desaparições, Spencer acredita que a única explicação possível sobre a desaparição de barcos e aviões com seus respectivos passageiros é que tenham sido e são capturados fisicamente dos mares e céus pelos quais viajam.
"Se bem que a desaparição total dos navios de mais de 175 metros de comprimento, em mares totalmente em calma e a 80 km. da costa, o mesmo que a aviões a ponto de aterrizar, não pode acontecer conforme as normas terrestres e, no entanto, estão acontecendo, somos obrigados a concluir que os estão levando do planeta". E não somente Spencer pensa nesta possibilidade, mas vários persistentes pesquisadores do Triângulo concordam igualmente que, se não existe uma explicação terrestre sobre as desaparições, a explicação poderia ser extraterrestre.

Previamente vieram os ovnis

Além disso, na maior parte dos casos, antes haviam sido produzidas visões de objetos com luzes de distintas cores e intensidades durante a noite e foram comprovadas anomalias magnéticas nos aparelhos de controle das naves, tanto de barcos como aviões.
Spencer pensa que o motivo principal para que sejam produzidos tantos casos no Triângulo ou Limbo é que por ali as oportunidades de capturar exemplares humanos são inúmeros, já que em geral, os presumidos visitantes parecem evitar aterrizagens e contatos com seres humanos.
A zona está constantemente povoada de viajantes por mar e por ar e seria fácil para os estranhos visitantes entrar e sair dali. Segundo sua opinião, a força motriz dos OVNÍS poderia ser baseada na utilização, muito tecnológica, das freqüências radiais como propulsor. Ísto explicaria, claramente, as anomalias eletrônicas verificadas em quase todos os incidentes registrados.
Se existem algumas coincidências entre os pesquisadores acerca desta teoria extraterrestre, não acontece o mesmo com a procedência e motivações que teriam estes capturadores.

Perturbações eletromagnéticas

M.K. Jessup, autor de considerável preparação científica por ser astrônomo e especialista em selenografia, opinou em seu livro "O caso dos OVNÍS", "que o desenvolvimento de nossa era aeronáutica é de grande interesse para nossos vizinhos do espaço" e que por isso é explicado o crescente número de aparições de OVNÍS concentrados na zona do Triângulo, situada frente a costa da Flórida e ao redor de Cabo Kennedy.
Segundo as teorias de M.K. Jessup, a resposta ao mistério do Triângulo das Bermudas "é encontrada talvez nas aberrações de controles eletromagnéticos, que são evidenciados somente em algumas épocas, quando são ativadas por casualidade ou de propósito, e parece possível que a presença dos OVNÍS dá crédito às cargas de energia requeridas".
Quanto ao lugar de procedência destas naves, nada se sabe, mas alguns teóricos opinam que a fonte de visitas poderia ser encontrada mais próxima da Terra, talvez em seus próprios oceanos.

As teorias de Sanderson

Ivan Sanderson, em seus "Residentes invisíveis", destaca que três quartas partes da Terra jazem sob o mar, e que os seres que respiram na atmosfera vivem bastante próximos da superfície terrestre, enquanto que os que respiram sob a água não estão limitados a permanecer no fundo da hidrosfera e dispõem de um volume cúbico muito maior para operar e desenvolver-se".
Sanderson sugere que se uma civilização pode desenvolver-se sob a água, atualmente seria encontrada muito mais adiantada que a que vive na superfície, que abandonou há milhões de anos o mar para viver sobre a terra.

Possibilidade de um rasgão do tempo

Novamente estamos ante um enigma que sugere fantásticas hipóteses aos investigadores. Desde a presença de entes do espaço exterior ou interior que capturariam a seres humanos, até a existência de um buraco dimensional no céu, no qual os aviões pudessem entrar, mas de onde não podem sair, denominado "rasgão magnético na cortina do tempo", passando pela crença em certos vértices ou redemoinhos magnéticos que seriam a causa da desaparição de aviões, transportando-os a outras dimensões.

Envolta em mistério, Bermudas atraem cruzeiros

O Triângulo das Bermudas não existe. Eu sei, estive lá. O que existe é uma população muito formal, na realidade quase quadrada. Eles são os descendentes dos pioneiros ingleses, tomam chá à tarde, mas andam pelas ruas de calça curta, paletó e gravata.
As Bermudas, dependência autônoma britânica localizada nas Antilhas, são formadas por cerca de 180 ilhas, as principais interligadas por pontes, com cerca de sete distritos denominados de "Parishes" ou Paróquias.
Aqueles que só ouviram falar nas Bermudas por causa do mito de que ali somem aviões e que acreditam nessa história podem visualizar o Triângulo das Bermudas com uma das pontas nas Bermudas e as outras duas em Miami, na Flórida, e na cidade de San Juan, em Porto Rico.
Na área compreendida por esse triângulo de 55 mil milhas quadradas teriam desaparecido, nos últimos, 500 anos, 50 navios e 20 aeronaves --sem deixar rastro.
Com ou sem essa aura de mistério, o fato é que as embarcações continuam chegando à capital das Bermudas, Hamilton, e também a St. George, a antiga capital --cidade histórica e patrimônio mundial pela Unesco.
Na primeira semana de setembro, o navio Horizon, que desembarcará no Brasil repaginado e com o nome de Island Star em dezembro, fazia a rota Filadélfia-Bermudas e estava ancorado com cerca de mil turistas na capital, que abriga o principal porto e a maioria das lojas da ilha.

Lambretas

O turista que quiser explorar a ilha de 34 praias de areia cor-de-rosa, como as de Warwick Long Bay e Horseshoe, no sul de Bermudas, não poderá alugar um automóvel. Para evitar a poluição que os carros promovem, o uso desses veículos é limitado aos residentes.
Mas os viajantes podem alugar lambretas e bicicletas. Cobram-se US$ 45 para o primeiro dia, mas há descontos no aluguel para quem ficar com a motoca nos dias seguintes. Já para as bicicletas, o preço é de US$ 25.
Tanto as lambretas como as bicicletas são alugadas com seguro obrigatório. O seguro tem a sua razão de existir: nas Bermudas, todo mundo anda na contramão.
Pela legislação local, a mão certa de direção é contrária à nossa, à esquerda de quem vai (ou volta).
Reza a lenda que a culpa pela origem dessa mão de direção é dos nobres ingleses, nos antigos tempos em que eles andavam armados com espadas. Elas eram carregadas à esquerda do cinto para poderem ser desembainhadas, quando necessário, com rapidez e facilidade pela mão direita.
Dessa forma, ao caminhar, eles iam e voltavam pela esquerda. E essa tradição passou depois para a mão de direção nos meios de transporte coletivo.

O Sol, companheiro de Sirio

Nosso progresso pode destruir-nos, e isso é nossa culpa; mas o Cosmos também nos ameaça.
O universo é uma máquina que funciona como o relógio de mais alta precisão, o qual não garante que seja infalível e que em algum momento não possa sofrer uma falha que afete diretamente a nosso planeta com devastadoras conseqüências. No ano de 1982 foi produzido um alinhamento dos planetas do sistema solar, causando um efeito de gravidade sobre as chamas do sol que talvez tenha alterado as fendas sísmicas e as correntes incandescentes internas da Terra, com o conseqüente efeito de tremores e terremotos que já começaram a ser sentidos. Mas se as desgraças começaram neste ano, e supondo que sobrevivamos a todas elas, o perigo astral continuará gravitando sobre nossas cabeças até que no ano 2.000 — a fatídica data que vaticinam as profecias — se produza novamente outro alinhamento, só que então será muito mais direto e suas conseqüências, portanto, muito mais destrutivas. Supõe-se que pode afetar ao equilíbrio do eixo terrestre, chegando a dar um tombo à Terra como se de uma bola se tratasse, ajudada pelo enorme peso que suporta o polo sul em conseqüência do gelo acumulado sobre ele.
Estamos na era dos terremotos, semelhante ao que foi produzido há cento e setenta e nove anos, quando no firmamento ocorreu pela última vez um alinhamento planetário.

O sol se transformará em uma estrela nova?

Outro fenômeno fatal que pode ocorrer em qualquer momento é que o sol se converta em uma estrela nova, acontecimento que é imprevisível: pode ter lugar em qualquer momento, não avisa. E no firmamento não é raro esta transformação das estrelas.
Esclarecemos, porque nestes temas quase todos somos profanos, que uma estrela nova é parte do processo de transformação de um astro em outro de uma densidade maior. O fenômeno é produzido quando o corpo celeste sofre uma implosão, uma concentração de sua matéria para seu mesmo núcleo, o que diríamos uma explosão para o interior de si mesmo. A energia que é colocada em liberdade neste processo é enorme, e seu poder destrutivo, total, em muitos milhões de quilômetros. Se o Sol rebentar, toda a vida da Terra desaparecerá calcinada em conseqüência das elevadas temperaturas que sobreviriam; e depois, a grande atração da estrela nova faria nosso planeta perder sua órbita para ir estilhaçar-se contra sua superficie.

O companheiro de Sírio

O mesmo aconteceria se houvesse uma atração por parte de qualquer outra nova. E temos próxima uma, a chamada Companheiro de Si-rio, que está a somente oito anos-luz de distância, um passeio no Cósmos. Se trata de uma minúscula estrela formada por núcleos atômicos em contato, e que pese a seu pequeno tamanho possui um campo gravitacional 20.000 vezes maior que o de nosso planeta. Apresenta a maior condensação de matéria conhecida, de forma que um homem que aqui pese 75 quilogramos pesaria em Companheiro de Sírio um milhão e meio, conservando o mesmo volume. Pois bem, os astrônomos afirmam que esta estrela anã branca está provocando uma deformação no espaço, criando um ponto preto por onde se pode alcançar o hiper-espaço, arras
tando a outros muitos corpos entre outros à Terra, a uma velocidade de 300.000 quilômetros por segundo. Talvez o desastre já tenha sido produzido e tardemos oito anos em inteirar-nos, os mesmos que tardaria em chegar à velocidade da luz a notícia de que na realidade desaparecemos e já estamos perdidos em uma nova imensidão desconhecida.

O futuro da Água, do Ar e do Átomo

O mais espetacular de Aquário virá sem dúvida no terreno científico. Já estamos assistindo ao início do que a nova era significa a nível técnico, como se a ciência fosse adiante da moral. Aquário tem como característica a técnica, a invenção, a criação, a originalidade... desenvolvidas no meio que define a este signo: o ar.
Se o homem movia-se com agilidade na água durante a era de Peixes, é agora o espaço o meio que dará abertura à marcha da humanidade. Já passamos do mar ao ar e timidamente nos lançamos ao espaço que parece abrir-se a nós como algo promissor, como um meio no qual a fraternidade, o entendimento, estarão presentes. Sem dúvida, Aquário reúne todos os requisitos necessários para que o homem saia de seu enclausuramento terrestre e espalhe-se pelo Universo, para que de homem terrestre se transforme em homem cósmico. Mas, abandonemos a astrologia e contemplemos o panorama que nos rodeia: é de espanto.
A contaminação pode matar-nos
Neste mesmo momento, enquanto você está lendo esta página, uma dezena de caminhões blindados atravessa os vastos areais pedregosos do deserto do Arizona, levantando em seu caminho uma nuvem de poeira dourado contínua e densa. Discreta proteção oficial, composta de alguns helicópteros do Exército dos Estados Unidos, dá escolta aos veículos.Estas viagens misteriosas, são levadas a cabo não somente através do deserto do Arizona ou pelas desproporcionais estradas que margeiam Sierra Morena na Espanha até chegar ao escondido povo de Valdeinfierno (Vale do Inferno), cujo nome por si só não pressagia nada bom. No mundo existem muitos desertos e muitos poços profundos no oceano que vão armazenando milhões e milhões de toneladas de resíduos radiativos dos grandes centros nucleares. Resíduos que conservam parte de sua atividade, energia suficiente para estar enviando para os quatro pontos cardeais do planeta radiações mortíferas durante séculos.
A tecnologia atual não é capaz de aproveitar estes resíduos, ou não é rentável para os grandes impérios econômicos fazê-lo. Os materiais desprezados continuam guardando nos núcleos de seus átomos a suficiente carga para recordar aos homens o estúpido atentado que estamos levando a cabo contra o Universo.
Ativamos os minerais e continuamos ativando-os desconhecendo qual é o recurso que interromperá em um instante seu perigo. E o que fazer com todos esses resíduos, que já não são úteis, mas que conservam seu perigo, milhões e milhões de toneladas? Os cientistas deram uma resposta simples, e talvez não tenha outra: levá-los o mais longe possível, enterrá-los no mais profundo. no lugar mais oculto, com muita terra por cima e por baixo, para que não possam fazer escapar sua vingança; com quilômetros de águas negras desde o fundo à superfície para que fiquem ali escondidos para sempre.

Podemos contudo deter a força do átomo?

Não ocorreu nada. De momento. Mas pensemos em que a atividade dos resíduos possa durar centenas ou inclusive milhares de anos, que isso ainda não se sane com exatidão, e que a energia ali armazenada desprende calor e continuará desprendendo-o durante séculos. No interior da fossa, onde as correntes de água são difíceis, ou sob a areia, a temperatura está subindo. Essa temperatura tende a propagar-se por toda a massa de água e terra que cobre o planeta. Os cientistas concordam na magnitude do desastre ecológico que acarretaria o fato de que a temperatura dos oceânos subisse, ainda que fosse uns poucos graus. E o tremendo tributo que temos de pagar à técnica. E pode significar a comodidade e o progresso em troca da destruição total da Terra se não for encontrado um remédio a tempo. Michel Bosquet já o expressou em uma bela frase: "A humanidade necessitou trinta séculos para tomar impulso; lhe restam trinta anos para parar antes do abismo".

O átomo, esse inimigo

A radiatividade era medida até há alguns anos tomando como unidade o cúrio, equivalente à radiação de um gramo de radio. Antes da segunda guerra mundial as existências totais de radiatividade em todo o planeta eram de 10 cúrios, isto é, a produzida por dez gramos de radio. Recordemos que o fato, por outra parte infreqüente, de que o desaparecimento de uma finíssima agulha contendo alguns poucos microcúrios (milionésimas de cúrio) era notícia de primeira página nos jornais. A radiatividade praticamente não existia.
Na atualidade se fala de megacúrios, milhões de cúrios, para medir nossa contaminação radiativa. Evidentemente e tendo em consideração o processo atual de seu emprego acelerado, as substâncias radiativas serão utilizadas cada vez mais na indústria, com o que deverão aumentar os riscos dos acidentes individuais produzidos na mesma fábrica ou na manipulação e transporte dos resíduos que, conseqüentemente, aumentarão extraordinariamente.

A radiação, fonte de enfermidades genéticas

Parece seguro, de acordo com as mais recentes pesquisas, que se continuar crescendo o nível contaminante, dentro de uns cinqüenta anos as tireóides humanas apresentarão uma concentração de radio muito considerável e o câncer tireóideo terá aumentado em 50%. Foi comprovado também, mediante estatísticas, que cada ano a precipitação radiativa que produzem os testes atômicos provocam entre 2.500 e 13.000 casos de defeitos genéticos graves.
Mas deixando de lado esta série de conseqüências diretas, convém significar o fato de que os resíduos radiativos gerados pelas cada vez mais freqüentes experiências nucleares explosivas, não se desvanecem, mas se espalham pela atmosfera caindo sobre a terra em forma de chuva e unindo-se assim aos já catastróficos efeitos produzidos pela devolução de emanações provenientes de combustíveis fósseis. E produzida a temida "chuva ácida" contra a qual os cientistas não fazem mais que prevenir-nos.

A alimentação, uma contaminação direta

Por outro lado, já podem ser detectados restos de uranio 235 e plutônio 239 nos peixes, que há muito tempo vêm absorvendo o indestrutível mercúrio com que bombardeia a indústria convencional os rios e mares. Logo nós encontraremos em nossas rações de pescado, resíduos de estrôncio 90, cério 137, substâncias que além de nocivas são particularmente imperecedouras. Contudo não pelo fato de deixar de comer produtos do mar vamos ficar a salvo. Estes mesmos resíduos caem junto com a água que os alimenta em todos os cultivos. Já foram produzidas mortes pela elevada quantidade de cádmio absorvido pelos cereais.Qualquer planta está contaminada e os efeitos dessa contaminação recairam definitivamente sobre o homem que é consumidor final de animais que se alimentam de vegetais, nos quais a radiatividade é concentrada nas folhas e nos caules mais que nas sementes, circunstância que prejudica aos animais herbívoros especialmente. No homem, elo final da longa cadeia alimentícia, a contaminação indireta é produzida através do tubo digestivo, após ingerir alimentos vegetais ou animais contaminados. O leite, por exemplo, é um dos mais importantes veículos de contaminação indireta na maioria dos países; isso explica que os ossos das crianças, cujo principal alimento é constituído pelo leite, contenham mais estroncio 90 que os dos adultos.

A crise do oxigênio

A quase totalidade do oxigênio que o planeta Terra respira provém das diatomeas (espécie de algas), diminutos vegetais que flutuam livremente no mar e que por sua vez constituem o elemento básico da alimentação para a maioria dos peixes. O oxigênio da Terra estaria esgotado totalmente dentro de dois mil anos se não fosse reposto continuamente mediante a fotossíntese vegetal, processo pelo qual as plantas elaboram açúcar a partir do dióxido de carbono e a água da atmosfera. Nesta reação, que é produzida em presença do sol, o vegetal cede oxigênio procedente do dióxido de carbono que absorve. As últimas pesquisas permitem afirmar que 70% do oxigênio que existe provém das diatomeas, e o restante, da vegetação terrestre. Mas se os inseticidas e outras impurezas reduzem a quantidade de diatomeas, fenômeno que há muitos anos vem sendo produzido em grande escala, ou estas evoluem para mutações menos prolíficas, e os bosques continuam sofrendo seu processo de destruição pelo corte e os incêndios, poderia chegar o momento em que faltasse o oxigênio e, conseqüentemente, toda vida animal chegaria a extinguir-se.

Cada vez necessitamos mais oxigênio

Atualmente o ser humano procede a destruir o oxigênio em muito maior quantidade do que vinha fazendo até agora. Todos os veículos de motor, aéreos, terrestres e marítimos, consomem o precioso elemento, em especial os aviões, cujo gasto é brutal. Pensemos que um Boeing 707 queima 35 toneladas de oxigênio cada vez que cruza o Atlântico, e é calculado que tem 3.000 reatores sobrevoando por todos os ares do mundo em todo momento. Um cálculo estimativo sobre o ano 2.000 eleva o consumo de oxigênio, somente pela aviação, a 10 vezes o atual. Somemos a este consumo o das fábricas, as calefações, incineradores de lixo, etc., elementos que o progresso vai colocando sem cessar nas mãos do homem. O índice de produção-consumo do oxigênio será tremendamente desequilibrado, negativamente desfavorável, dramaticamente desproporcionado. Porque o ciclo natural de regeneração é capaz de satisfazer as necessidades dos animais e das plantas, mas não pode em nenhuma maneira suportar semelhantes sobrecargas.

Nos faltará o ar

Dentro de alguns anos será dificil continuar respirando. Talvez no ano 2.000 será impossível. O tráfego terá quadruplicado, enquanto que os bosques terão sofrido um desapiedado desmatamento (cortes de árvores); as margens de segurança serão então mínimas e os danos que forem causados ao plancton com os inseticidas e herbicidas e outras contaminações não necessitarão ser excessivos para levar ao homem até seu último alento. O campo será coberto pelos cadáveres dos animais, mortos alguns por asfixia e outros de fome e sede; as plantas secarão apenas mostrando o tenro caule pela superfície; as árvores serão convertidas lentamente em uma espécie de farinha calcinada. E o homem, talvez protegido por algum invento que lhe dê forças para suportá-lo, contemplará a hecatombe apavorado e consciente de que seu fim já não admite nem a mínima espera.